quinta-feira, 9 de julho de 2009

True love....



Subiu as escadas do meu prédio... e o vidro que nos separava há meses desintegrou-se!
É um vidro mágico, não é? Aquela janelinha onde nos visitamos, comunicamos, apesar das distâncias? Eu penso muitas vezes que a Holanda é longe demais para se ter uma amiga com quem com frequência “bebemos chá”... A primeira pessoa com quem falei quando o meu pai foi embora desta vida... Sentei-me ao computador desesperada para falar com ela, e ela estava naquele momento a perguntar-me como eu estava,
o mais engraçado é que foi por acaso que nos conhecemos, e eu literalmente “apaixonei-me” por ela...
Cá em casa, todos falamos com ela como se fosse nossa amiga desde sempre, e quando ela chegou, era como se sempre ela tivesse entrado na nossa casa.


Claro, é bem melhor quando nos podemos abraçar!



She climbed the stairs of my building... and the “glass” that separated us for months vanished!
It is a magical window, isn't it? That wndow were we all visit, comunicate, even though we may be far away? I think many many times that Holand is way too far away to have a friend whom i have “tea” with so many times... The first person i spoke to when my father left life... I ran to the computer thinking if i should call her and she was there asking me “how are you today?”
he funny thing is, we actually met by chance, and i literally fell in love with her on the spot!
At home, we all speak to her as if we've known her forever... and when she arrived, it was as if she had always been in our home.


Of course, being able to hug her is so much better!

8 comentários:

rita disse...

e pronto, já me puseste a chorar...
que lindo!

Tania disse...

Strangely enough, I also have one of those friends who happens to live in Holland. By the time she arrives, the tea is getting a little cold!

Monica Mindelis disse...

:)

Owl_mania disse...

Tb fiquei emocionada com o que disseste! linda!

little things of mine disse...

E sabe tããão bem!
Feliz por ti, amiga! :O)

mimiko disse...

É muito bom ter amigos... independentemente se estão perto ou longe, continuam a ser nossos amigos! Até mesmo aqueles com quem não falamos tantas vezes como desejariamos não é?! Bjos

mimiko disse...

E aproveita a amiga!!!!

sofiab disse...

Eu que estou sempre a rir contigo acabei por chorar a ver isto... bem, não foi bem chorar, mas foi deitar água involuntariamente dos olhos com a surpresa ;-) ... a minha impressão é que nos conhecemos há décadas, não houve nada de estranho em estar contigo assim de repente. Foi tão engraçado ver-te no topo da escada e pensar: "Olha a Zélia, é igual à imagem que tenho dela" e desatarmos a falar, como se as nossas conversas de sempre tivessem sido interrompidas. :-)
Obrigada, amiga, soube mesmo bem o resto de dia tão caloroso. Beijinhos, até já!