quinta-feira, 2 de abril de 2009

Creature of habits....


Porque me pediste uma foto do cappuchino, aqui vai... não é do pequeno almoço, porque ao pequeno almoço, não tenho tempo para fotos, nem tenho luz... Mas ás seis da tarde, quando chego a casa e está tudo em silêncio...
Because you asked me to take a cappuchino foto, here it is... it's not of breakfast, at breakfast i have no time or light for photos.... but it's at six, when i get home from work and the house is quiet...
Durante anos bebi o meu cappuchino numa chávena que trouxe da casa da minha mãe, já rachada, lá ía aguentando a água a ferver, até ao dia que o C a partiu a lavar a louça. Agora estou na indefinição de encontrar uma chávena onde as coisas me saibam bem. Talvez aquela chávena soubesse a “lar” e das coisas que eu trouxe da casa da minha mãe quando me mudei, mesmo velha e rachada tinha uma nostalgia nela.. ., entendes?
For years i drank in a cup i brought from mom's, it had a big crack, but it kept on holding the boiled water until the day C broke it washing the dishes. Now i am desperatly seaking a cup where things taste right. Maybe my old cup tasted like home, and even though it was so very old and cracked, it had nostalgia it it, do you understand?
Agora sou sincera, uso uma chávena que não tem asa, partiu-se e eu não sei porquê nunca a deitei fora... guardei-a assim... um dia destes mostro-a. É feia, sem graça.
I'll be honest, now i use one that has no handle, it's broken and i don't know why i never through it away. I kept it... i will show you, it's ugly.
Neste dia fui á minha colecção de chávenas (são todas filhas únicas) e decidi usar esta, que é do bordalo. Bebi dela e olha, não é que tem também nostalgia?... acho que é esta coisa do fecha e não fecha e de sentir que as Caldas que era um lugar onde se respirava cerâmica desde sempre, e agora, passas na rua da cerâmica quando desces para o parque, e não há lojas de cerâmica, hoje passo lá, mas acho que já nem a que tem sobrevivido está lá... hoje passo lá, a confirmar... agora não é rua de nada... só de lojas sem sentido ou passado... tem uma loja de brinquedos boa, brinquedos em madeira, e de qualidade, é a única coisa que faz valer a pena passar ali.... perdeu a magia, os turistas... é uma rua, só - como qualquer chávena sem história.
On thsi day i went to my colection and decided to use this one, it's a Bordalo. I drank from it, and guess what? It has nostalgia in it... i think it's all this closing down the factory, not closing down the factory thing... feeling that Caldas, my town, which has been a ceramic town forever, and now, you walk down ceramics street and nothing... it's a street with nothing exept new shops and the only good one is a toy shop. No history in it, like a new cup.
Decidi que vou usar esta chávena... parece que a Bordalo não fecha... não sei quantas vezes entrei na loja da fábrica, mas foram muitas – a minha irmã, mulher da cerâmica, comprava tudo lá, serviços inteiros, coisas que dizia ir guardar para ela... mesmo que não usasse... E eu comprei uma vez esta chávena.... ou caneca(?) e nunca mais lá comprei nada...
So, i decided i am using this cup, it seems Bordalo won't be closing, but i've walked in that factory so many times (my sister would go there and buy so much stuff there, and the only thing i ever bought was this cup in the photo)...
Vou usar esta chávena, apesar de se poder partir... e vou comprar mais chávenas lá ainda esta semana. Afinal, se eu não usar esta chávena, e não a partir, não precisarão fazer mais, ninguém lá compra nada e depois reclamo novamente que vai fechar. Vou comprar também uma para ti...
I am using the cup, even though it might break... and i will buy more this week. If i don't use it, and it never breaks, they won't need to make more, and then i'll be complaining again this factory is closing.... I'll buy one for you too...


6 comentários:

Sofia disse...

Compra, sim, eu quero uma escolhida por ti... eu vou comprar uma aqui também para ti ou outra coisa que me faça pensar que a vais usar durante algum tempo... tenho a remota ideia de que se continuarmos a gastar dinheiro com coisas que ficam e que são boas de usar, haveremos de inverter a tendência deste mundo parar e a nossa de não usar coisas para não se estragarem... Obrigado, este teu post, sem saberes, mudou o meu dia! Love... :-)

Joana disse...

:D eu tb gosto destas "filhas únicas" com nostalgia e história... :) Acho que escolheste bem ;)

Marta Mourão disse...

É verdade que é preciso uma boa chávena para se beber um capuccino! Eu já encontrei a minha :)

Chuva disse...

Nada como te ler, amiga!
Gostei de cada palavra, da magia e das cores que invocaste, dos cheiros, do passado e do futuro.
Viva o Bordalo!
Viva a Z.!

Renee disse...

I have a favourite cup too, I know exactly what you're talking about. There's more to a cup than holding a drink - it also holds memories that are felt each time the cup is looked at, held or drank from.

Cheers to you!

simonewicca disse...

vai comprar xícaras a todos? : )