sábado, 19 de fevereiro de 2011

de mulher....

A Teresa falava no outro dia sobre a beleza da mulher... sobre o corpo de mulher,
e disse: "acho que o corpo duma mulher é ainda mais bonito, quando fica com o peito descaído,
quando a barriga cresce, e depois, a flacidez..."
e depois, que isso significava que ela era ainda mais bonita, porque tinha "vivido".
ficou-me a soar nos ouvidos, a ressoar cá dentro...
ser mãe, ou ser só mulher...
as rugas...
os brancos... o tempo que passa por nós e nos torna quem somos.

Acho que o meu cabeleireiro brada aos céus quando me vê os brancos... e não se iludam, que a foto foi tirada há uns tempos... tenho mais...
e não o pinto, porque eu gosto deles...
e penso, também, que,
quando nos olhamos ao espelho,
muitas de nós escolhemos ver a barriga, as estrelas em redor dos olhos, o peito descaído, como
algo a esconder,
outras,
como olhar para uma fotografia em tons sépia pendurada numa exposição,
como uma espécie de arte -
a arte de viver!

3 comentários:

Anónimo disse...

Interpretação exurbitante nesta página, post como aqui está emotivam a quem ler neste sítio :)
Faz mais do teu blogue, a todos os teus seguidores.

Owl_mania disse...

lindo! :o)

mamamartinho disse...

Este fds tive esta mesma conversa com a minha mãe. Como tu também eu não pinto o cabelo e as minhas brancas cada vez se notam mais. Também acho que as rugas apenas traduzem a experiência de vida das pessoas.

Bjs

Mónica