quinta-feira, 21 de agosto de 2008

knitting your socks-Tricotar meias



I guess if you knit your own socks you'll understand.
I am sitting at this family party and everyone is actually just doing nothing or playing cards.
So then i get bored and i pull out my knitting, entering my quiet world.
When i look up i see twisted faces and i know most women there think i am nuts. Except one girl you actually wants links for handspun yarns and wants to learn knitting (she was an art student); the funny think was this guy who buys a lot of socks. I once went to his house, and he doesn't allow anyone in his house with shoes on, makes you take off your shoes and put on slippers or socks, he has tons of clean ones at his doorstep.
He looks up to me and says, its amazing how you go to the trouble of knitting socks, when you can buy them for nothing.
And i say. But those socks mean nothing.
And he says: you're right. And he gazes at the socks. Then he shows them to this other guy, reads the knitting instructions, and says: its wonderful that you knit them. And i am knitting and thinking: No way i can explain the pleasure of it!
Penso que se fazes as tuas meias entenderás.
Estou sentada numa festa de família e estão todos a fazer nada ou a jogar ás cartas. Estou aborrecida porque já dura dois dias, tiro a malha do saco e entro no meu mundo quieto.
Quando levanto o olhar vejo caras torcidas e sei que a maior parte das mulheres ali acham que sou doida. Só uma rapariga, que tirou artes, se aproxima, pede-me links e diz querer aprender a tricotar.
O engraçado é que um rapaz que compra meias aos montes. Na casa dele é proibido entrar calçado, pelo que tem meias e chinelos lavadinhos à porta.
Olha-me e diz: é incrível quando te dás ao trabalho de fazer meias quando as podes comprar por quase nada.
E eu respondo: sim, mas essas meias não tem qualquer significado.
Ele diz: tens razão.
Olha para as meias, mostra-as, lê as instruções e diz:
é maravilhoso que as faças.
Estou a tricotar e a pensar: não há maneira de explicar o prazer que me dá!

5 comentários:

Julie Alvarez disse...

It's all what this is about. The making, the pleasure of the making, the using when handmade, the enjoying of the whole process.
And as a plus, we help to take care of the earth.

Chuva disse...

That's it, ma friend :O)
Etiqueta? Vende-se? Onde se pode comprar?
Miss U!

Fashion Camille. disse...

Gostava bastante de aprender a tricotar :/

Gabriela disse...

já li bastante de tricotar meias. Atré paresce um jeito diferente de viver a vida, e eu ainda nao fiz. Estou ficando fora de um mundo que acho magico.
Vou pegar as agulhas no domingo (que é o día que termino uns trabalhos), e començar.

na minha familia e conhecidos eu sempre foi muito sozinha, ninguém gostaba de tricotar ou crochetiar. Minha mae ficaba zangada se ue pegaba as agulhas, e tinha que tricotar escondida a vida tuda. Foi muito triste pra mim crescer assim, sempre fugendo do olhear da gente pra nao me disseram nada, e porque minha mae é terribel. Comprar as las com os pequenhos trocos, procurar entender sozinha as coisas...
ë por issso que agora eu incentivo meus filhos pra fazer o que quiserem com sua vida, e eu acho que eles vao formar parte de uma geraçao cheia de meias "com significado", tenho certeça!

Márcia e Agulhas disse...

Cada cor de lã maravilhosa...pena que aqui não se encontra essas cores...qual a loja que você compra amiga?
Beijos.