sexta-feira, 26 de setembro de 2008

Tricot no masculino!/Men who knit!


O meu pai costumava brincar conosco quando nos dizia que conseguia tricotar, e chegou a dar uns pontos para vermos... Não que eu duvidasse, que tal como o meu avô paterno, conseguia fazer redes de pesca perfeitas... e quem tem mãos para isso, penso tem mãos para tricotar... o curioso é que ao pesquisar um pouco sobre tricot e a sua origem, encontrei esta imagem e um site dedicado a homens que sabem tricotar;
Depois fiquei curiosa e fui dar uma volta por alguns dos blogs, como este;
Um novo mundo para explorar!


My dad used to fool around with us saying he could knit... and he would sit and make a couple of stitches to prove it! Not that i would ever doubt it, since he, like his father could make perfect fishnets, and if they could do that, they could knit. Researching a bit about knotting i came across this photo and site about men who knit;
Then i was even more curious and checked a few blogs, like this one; But theres a world of men knitters out there...

5 comentários:

P&M disse...

Eu desde que vi uma exposiçao na Estufa Fria de arraiolos e vi (com estes olhinhos que a terra há-de comer um dia... tal foi o meu espanto... na altura devia ser uma jovem adolescente) um homem que fazia tapetes de arraiolos acredito em tudo! ;o)

Mas deve ser pouco...

BjS,
P&M

Ravenhill disse...

My son has taken the first step and has learned to cast on! I love it when I see some guy knitting! I taught one of my boyfriends to knit.

Chuva disse...

Gostei!!
E sabes que mais? Acho que vou mesmo desencantar as minhas agulhas que sei ter algures.
Dá-me um tempinho livre, uns encontros nas Caldas para desenferrujar e aprender (costura também era um sonho!) e... agarrem-me :O)
Beijo enorme!

Chuva disse...

P&M, poderá haver mais, mas creio que esse homem que fazia tapetes de arraiolos e grandes tapeçarias é meu conterâneo. Será o mesmo?
Também conheço um homem que partilhava o tricotar das camisolas dos 2 filhos com a mulher. E eram bem giras!

P&M disse...

A sério?! Não me lembro de a onde ele era, só sei que não morava em Lisboa e tinha mais idade do que eu (fui à Estufa Fria com a minha mãe, nem sequer me lembro do ano)...

Ele estava lá com a mulher que também fazia arraiolos.

A minha mãe é que já não me podia ouvir a falar de arraiolos e do senhor... ;o)

Gostei muito!!!